Quando e Como será a parada do orgulho LGBT de Bolsonaro?

By BeeShirts - janeiro 17, 2019

Foto da Revolta de Stonewall - A primeira parada LGBT foi a Rebelião de Stonewall



A 23ª Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo acontecerá em 23 de junho de 2019 e vai homenagear os 50 anos da rebelião de Stonewall. Nada mais que justo, em tempos de caça aos LGBT, homenagear a rebelião que deu origem ao dia do orgulho LGBT.

Em pleno 2019, ano em que o governo de Jair Bolsonaro retira a comunidade LGBT das diretrizes de direitos humanos, ainda é preciso resistência da comunidade LGBT para existir.



Este ano, que mau começou e já está rodeado por polêmicas envolvendo o governo ultra conservador de Jair Bolsonaro, será um ano de muita luta para a comunidade LGBT e a parada do orgulho LGBT de 2019 contará com a oportuna comemoração de 50 anos da rebelião de Stonewall, um marco muito importante para toda a comunidade LGBT mundial.


A comemoração de 50 anos da rebelião de Stonewall acontece no primeiro ano do governo mais conservador e fundamentalista dos últimos tempos no Brasil, e vem muito bem a calhar com o período de decisões, medidas e fala do atual governo, que tenta anular e desqualificar a luta e existência da comunidade LGBTQI+.


Para entendermos a importância da 23ª parada do orgulho LGBT+ para o ano de 2019, precisamos antes entender a origem deste evento, pois só com história conseguiremos combater o preconceito e a ignorância.

O que foi a Revolta de Stonewall?

A Comunidade LGBT sofria forte e constante repressão na década de 60 no Estados Unidos e era muito comum pessoas serem presas sem nenhum motivo durante batidas policias em ambientes de trânsito LGBT, no entanto o dia de 28 de junho de 1969 foi marcado por uma situação diferente.


Usuários de um bar LGBT em Nova York, Stonewall Inn, resistiram à prisão, e a polícia perdeu o controle da batida. Uma multidão se reuniu na rua, encurralando a polícia dentro do bar durante uma de suas corriqueiras batidas. A tropa de choque foi convocada, e o cenário virou uma praça de guerra com duração de seis dias.



Uma das mais celebres testemunhas dessa resistência foi o grande poeta norte-americano Allen Ginsberg. Abertamente homossexual e uma das mais ativas vozes pela causa, o maior nome da geração beat visitou então o Stonewall pela primeira vez, e o que viu o comoveu.

“Você sabe, os caras lá estavam tão lindos. Eles perderam esse olhar de medo que todas as bichas tinham há 10 anos”



O que motivou a revolta de stonewall?

1969 era ano de eleição para prefeito da cidade de Nova York e uma onda conservadora tomou conta da cidade. A polícia e a população estavam citando leis de comportamento, como a State Liquor Authority (Lei de licença para venda de álcool na cidade), para impedir  que bares que atendiam clientes abertamente homossexuais não tivessem direito a licenças para a venda de bebidas alcoólicas.

Essa repressão a venda de bebidas alcoólicas em bares gays gerou uma situação de ilegalidade e também gerou denúncias de que alguns bares do bairro de Village(tradicional point gay de NY) estavam subornando a polícia e negociando bebidas falsificadas com a máfia, então polícia decidiu realizar a batida na madrugada de 28 de junho, tornando esse dia um marco para a luta e resistência da comunidade LGBT.



Onda conservadora no Brasil

A mesma onda conservadora que tomou conta da cidade de Nova York e gerou o conflito violento mais preconceituoso da história também impera no Brasil em 2019, e por isso a comemoração dos 50 anos da rebelião de stonewall se faz tão importante para o principal evento de orgulho LGBT que acontecerá em São Paulo no dia 23 de junho.

O conservadorismo fundamentalista do governo de Jair Bolsonaro trouxe grandes perdas para a comunidade LGBT+ do Brasil, como a retirada da comunidade das diretrizes de direitos humanos, além disso a fala da equipe de Bolsonaro demonstra total despreparo e incita o ódio e violência contra pessoas LGBT+.

Portanto a 23ª Parada do orgulho LGBT será não só um ato de resistência, mas também será um ato político contra um governo que é claramente homofóbico e que possui argumentos que tentam desestabilizar e desqualificar a  existência de LGBTs em nosso país.


Nesta Parada do Orgulho LGBT de 2019, saia nas ruas e estampe no peito o seu Orgulho LGBT com nossas camisetas e estampas do Vale. 


Camiseta Parada do orgulho LGBT
Camiseta Arco Íris Parada Orgulho LGBT - R$ 59.00









  • Share:

Veja outros Posts

0 comentários